Africa Basquetebol

30 maio 2011

ANGOLA : Ex-seleccionador aponta desorganização na FAB

Luanda – O antigo técnico da selecção nacional, Luís Magalhães, mostrou-se hoje, em Luanda, descontente com a desorganização registada na forma como foi rescindido o seu contrato com a direcção da Federação Angolana de Basquetebol (FAB).

Em entrevista à Radio5, o técnico acrescentou ter sido positivo trabalhar com o combinado nacional, mas considerou injusto o facto de a FAB não o contactar no acto de por fim o seu vínculo contratual com os deca-campões.
Explicou que enquanto exerceu o cargo de seleccionador nacional várias vezes procurou maneira de acertar questões ligadas à sua estadia no comando no grupo e nunca foi respondido com sucesso.
Frisou ter sido um elemento fundamental na conquista do décimo título do Afrobasket angolano, ao conseguir gerir o espírito de liderança no grupo, num momento em que os atletas alegavam desistências por falta de ajuda de custo e após o acidente contraído no percurso de Luanda a Cabinda, facto que não foi repensado pela direcção da federação.
“ Eu considero que houve muita falta de respeito por parte da FAB", disse.
Apesar disso, disse que Angola tem basquetebolistas com experiências promissoras, que se, se evitar situações litigiosas entre os mesmos, sobretudo na fase de preparação das competições, o grau de motivação será sempre melhor.

Em Angola, Luís Magalhães venceu um campeonato africano, quedou-se na 15ª posição no último mundial disputado na Turquia, para além de ter arrebatado 15 títulos nacionais no comando técnico da equipa sénior masculina do 1º de Agosto, clube com o qual ficou em 4º lugar e último na tabela classificativa do BAI-Basket2011.

1 Comments:

Enviar um comentário

<< Home