Africa Basquetebol

29 agosto 2007

MOÇAMBIQUE : Selecção feminina prepara Afrobásquete: Falhado estágio na Espanha segue-se agora Portugal

A SENSIVELMENTE um mês do Campeonato Africano de Basquetebol de Seniores Femininos Senegal-2007, e depois da revolução operada na equipa técnica, que consistiu no afastamento do espanhol Alberto Blanco e sua substituição por Nazir Salé (Nelito), a sede do estágio da Selecção Nacional também conheceu uma mudança, da Espanha para Portugal, estando prevista a viagem do time para o próximo domingo.

Embora o ambiente no grupo de trabalho não tenha sido afectado, face à turbulência que se gerou após o regresso dos Jogos Africanos de Argel, prova na qual a nossa selecção se quedou na quarta posição e a Federação Moçambicana de Basquetebol, em função do carácter irascível do treinador espanhol, decidiu romper com Alberto Blanco, a verdade manda dizer que o início do ciclo preparatório, já na era Nazir, coadjuvado por Simão Mataveia, não conheceu o dinamismo que se esperava.

Para além da mudança da equipa técnica, que naturalmente cria alguns desequilíbrios, juntou-se a deslocação do ISPU a Banguecoque, capital da Tailândia, palco das Universíadas-2007. As “universitárias”, que fornecem grande parte das atletas à selecção, solicitaram ainda os serviços das “locomotivas” Ruth Muianga e Deolinda Gimo, situação que reduziu drasticamente o número de jogadoras disponíveis para os trabalhos de preparação.

Mesmo com estes transtornos, Nazir Salé afirma que os dias em que se conseguiu juntar todo o grupo foram bastante proveitosos, até porque existe já uma sincronia entre os treinadores e as atletas, o que claramente facilita o trabalho. Os treinos decorrem diariamente, à noite, no pavilhão do Estrela Vermelha, com total entrega das jogadoras.

PRÉ-SELECÇÃO COM 17 ATLETAS

Cancelado o estágio na Espanha, mais concretamente em Vigo, a selecção vai agora para Portugal, país vizinho daquele, onde Nelito espera, por um lado, uma maior concentração das seleccionadas e, por outro, jogos de rodagem que lhe permitam aferir a capacidade competitiva da equipa e sobretudo a correcção de alguns movimentos, a partir das constatações de Argel.

Neste momento, encontram-se na selecção 17 jogadoras, estando previsto que sigam viagem para o estágio em terras lusas 12. Para o Senegal, serão chamadas dez deste grupo, pois as craques Clarisse Machanguana e Deolinda Ngulela irão ter no local da prova. Eis as actualmente convocadas:

Anabela Cossa, Valerdina Manhonga, Nádia Rodrigues e Kátia Halar (Desportivo); Iracema Ndauane, Amélia Macamo, Ana Flávia Azinheira, Vaneza Júnior, Tânia Wachene, Ana Branquinho e Aleia Rachide (ISPU); Carla Silva, Ruth Muianga, Ondina Nhampossa, Deolinda Gimo e Janete Monteiro (Ferroviário) e Nika Gemo.

Recorde-se que o Afrobásquete Senegal-2007 decorrerá entre os dias 21 e 30 de Setembro. Moçambique estará no Grupo “A”, em Dacar, tendo como cabeça-de-série a selecção anfitriã. As outras equipas são: Tunísia, Costa do Marfim, Madagáscar e Mali, campeão africano de Sub-20, título conquistado em Dezembro último, em Maputo.


3 Comments:

Enviar um comentário

<< Home